31/08/2017 16:37

Mais um recorde?

Velocidade de interconexão terá crescimento exponencial até 2020



         Todo mês alguém quebra recordes de velocidade de conexão com a internet. Dessa vez, o número gigante veio do Reino Unido: uma equipe de pesquisa das empresas de telecomunicação francesas Alcatel-Lucent e BT conseguiu transmitir dados a 1,4 Tb/s usando cabos de fibra ótica que estão disponíveis atualmente no mercado.

         Com boa parte do Brasil limitada a conexões de baixa velocidade, é um pouco difícil entender o que é possível fazer com uma conexão de 1,4 Tb/s, então vamos transformar isso em ações na prática: isso é suficiente para, em apenas um segundo, baixar 44 filmes em 1080p (4 GB cada), assistir a 27 horas de séries em 4K na NetFlix(bitrate de 15 Mb/s) ou copiar 192 vezes o texto comprimido de todos os artigos da Wikipedia em português.

         O mais interessante é que, para bater o recorde, não foi necessário gastar muito dinheiro construindo uma nova rede e comprando novos componentes de hardware. Na verdade, os pesquisadores criaram uma tecnologia que eles chamam de Flexigrid e fizeram o teste usando uma fibra ótica de 410 km já existente entre Londres e Suffolk, na Inglaterra.

        O protocolo Flexigrid permite colocar múltiplos canais de transmissão no mesmo cabo. Juntando sete canais de 200 gigabits por segundo, foi possível atingir a velocidade de 1,4 terabit por segundo. Isso aumentou a eficiência de transmissão em 42,5%, o que significa que as operadoras poderão melhorar a capacidade de suas redes mantendo a infraestrutura atual.

#euqueromais#velozesefuriosos